BRASIL, Mulher, Leh Gratão wants to tell you that...

 

    Facebook.


 

 
 

   


 
 
Warning! Her heart is on fire.



Ainda não estou convencida de que você é A pessoa, mas eu não te trocaria por nada e não queria que você fosse embora.

Eu gosto do que estamos tendo e não me incomoda que isso não tenha nome (ou lá no fundo grita que incomoda sim?).
Estou achando um máximo conhecer você de novo depois de termos nos conhecido pela primeira vez em 2011 ou um pouco antes disso.
Você é outra pessoa.
Está na sua fase mais linda.
Mais adulta.
Mais madura.
Mais homem.
Nunca ouvi você cantar ou tocar guitarra melhor do que agora.
Você está no seu auge.
Poderia escolher qualquer uma.
Me escolheu.
Por não ser qualquer uma.
E de todas as conversas que tenho as nossas são minhas preferidas.
Falamos sobre tudo e você quer saber o que eu estou pensando o tempo todo.
Ouvir música é um capítulo a parte! Desde o meu funk à sua trilha sonora de apresentação de sapateado com orquestra irlandesa.
Você me inspira e ficar quietinha perto de você me acalma.
Você me dá vontade de viver tudo hoje e ao mesmo tempo ser racional o suficiente pra guardar a vida pra amanhã.
Você me faz querer bagunçar a cama todinha e olhar pra ela depois com cara de culpa mas sem sentir culpa nenhuma.
Não queria estar vivendo esse momento com outra pessoa.
Eu gosto do que estamos tendo e não me incomoda que isso não tenha nome (ou lá no fundo grita que incomoda sim?).
E como diria Lulu Santos, eu gosto tanto de você que até prefiro esconder, deixa assim ficar subentendido. 

Leh.


Escrito por Leh! às 14h45
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Domingo, 30/04/2017. 

10:52 pm.

- Você tem certeza do que está fazendo?

- Tenho. Eu nunca errei a entrada dessa cidade antes.

- Certeza?

- Certeza. 

(de cara com uma porteira branca no fim da estrada)

- É, acho que não.



Escrito por Leh! às 14h21
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Eu cantei essa pedra. Eu falei que você ia me usar e me iludir e você riu. No domingo você disse que estava apaixonado e eu fiquei tipo “é mesmo?”, mas nem respondi. Eu também estou ou estava, não sei. Eu sei que agora você já deve ter enjoado de mim. Nem me procura, não me prioriza. Monossilábico, responde só o que eu pergunto. E eu te digo: pra onde foram aquelas noites que passei na sua varanda, bebendo, olhando a lua, sentada no seu colo e na sua cara? E nossos duetos tão fofos que emocionaram todo mundo? Realmente... a vida não é um filme que tem roteiro e tudo termina bem. As histórias acabam antes do fim delas mesmas. Obrigada por ter atropelado mais um capítulo. Já passei por isso demais. Eu vou sofrer, mas antes vou escolher por quem vale a pena. Você não vale. Chega. Adeus.


Leh.



Escrito por Leh! às 11h16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Escrito por Leh! às 10h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Médico: O que você tem?
Eu: Doutor, eu sofro. É muito celular pra pouco olho no olho. É muito stories pra pouca história. É muito curtir pra pouco gostar. É muito amei pra pouco amar. É muito uau pra pouco uaaaaaau. É muito triste pra pouca empatia. É muito grr pra coisa à toa. É muito tweet pra pouco assovio. É muito textão pra pouco conteúdo. É muito argumento pra pouca coerência. É muito padrão pra pouca beleza. É muita liberdade pra pouco respeito. É muito estilo pra pouca autenticidade. É muito vamos marcar e pouco tô chegando. É muita expressão de arte e pouco significado. É muito politicamente correto e pouco humano. É muito reciclável e pouca consciência ambiental. É muito good vibes pra pouca alma boa. É muito Deus nas legendas e pouco Deus no coração. É muito configurar e pouca mudança. É muito sair e pouca saída. É muito pesquisar e pouco entender. É muito check in pra pouca visita. É muito marcar amigos pra pouco marcar com os amigos. É muito ao vivo pra pouco pessoalmente. É muito match com pouca conquista. É muita foto pra pouco fato. É muito compartilhar pra pouco dividir. É muito publicar pra pouco pensar. É muito comentar pra pouco refletir. É muito online pra pouca vida. 
 Doutor, ao invés de falar isso pra alguém, eu escrevi, eu fiz um textão. É assim que eu fui treinada pra fazer e, aparentemente, isso é só o que aprendi.

(publicar)

 

Leh.



Escrito por Leh! às 11h39
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




"Encontro de dois.
Olho no olho.
Cara a cara.
E quando estiveres perto
eu arrancarei
os seus olhos
e os colocarei no lugar dos meus.
E tu arrancarás
os meus olhos
e os colocará no lugar dos teus.
Então, eu te olharei com teus olhos
e tu me olharás com os meus."

 

J. L. Moreno



Escrito por Leh! às 10h21
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




A morte do Donato me fez pensar o quanto tudo é rápido. É rápido pra quem tem 27 anos, como ele. É rápido pra quem tem 90 ou 112. Uma vida vai embora na velocidade de um sopro. Todas as nossas escolhas, nossas compras, nossas memórias, viagens, roupas preferidas, músicas e comidas que mais gostávamos... Tudo é só ilusão. Toda luta pra fazer dieta e entrar no corpo ideal, todas as noites que passamos estudando. As vezes que deixamos de viajar por que precisávamos trabalhar. Coisas que deixamos de comprar pra poupar pro futuro. Os nossos planos, os nomes que queríamos colocar nos nossos filhos. Planos de saúde, previdência particular. Deixamos de fazer um piercing pra não decepcionar os pais. Não comemos muita gordura pra não envelhecer o organismo. Dormimos na vontade, acordamos arrependidos. Pensamos em visitar amanhã, viajar amanhã, assistir amanhã. É tão volátil. Se fizemos bonito durante nossa breve estadia, morremos ser ter aproveitado direito. Se vivemos de acordo com o que bem entendemos, talvez a morte chegue meio tarde e a gente faça um papel ridículo. Não é errando que se aprende. Na verdade nunca realmente aprendemos. Nós só vamos de acordo com o que o caminho põe na nossa frente. Ninguém pode falar que sabe dar conselhos ou que é mais experiente. Me defina experiência. Um garoto de 27 anos morreu com um tiro na cabeça, deixou pra trás tudo que tinha construído com um trabalho que desenvolveu com tanto carinho e agora o que sobra disso tudo? Eu acho que nunca troquei uma palavra com ele, mas só de ser da minha cidade e namorar com meu colega de sala é como se tivéssemos crescido juntos. A morte dele me fez refletir demais e tá fritando minha mente, porque eu quero fazer tudo hoje e agora! Eu sempre falo que o meu único sonho é ver a neve. Eu não quero casar, eu não quero ter filho, eu não quero ser rica. Eu só quero ver a neve. Depois que isso acontecer, eu tô pronta pra morte. Mas e se por um acaso eu morrer hoje, que nem foi com o Donato? Por isso, estou tendo pressa! Pressa pra resolver logo minhas pendências. E se eu morrer daqui 78 anos eu vou ter sido ridícula por ter largado tudo pra ver a tal da neve hoje? Entende? É um paradoxo. Eu só sei que a dor que meu amigo Henrique está sentindo é algo que eu nunca quero experimentar. Isso de ver a vida escorrer, saber que seus momentos não vão voltar mais e que a pessoa que era sua vida inteira agora é uma memória... que dor! É horrível pensar que nada que você fizer vai trazê-la de volta. Nem todo dinheiro do mundo, nem toda tecnologia, nem se juntar as 7 bilhões de pessoas do universo pra ajudar na sua causa... Nada vai trazer sua pessoa pra perto de você. Que desgaste, que sofrimento. Por isso eu penso: juízo pra que? Acumular bens materiais e patrimônio pra que? Pra um dia você sumir do planeta e tudo ficar? Pra daqui 3 gerações ninguém mais se lembrar que você ao menos existiu e continuar usufruindo o que você lutou pra conseguir? Tanta renúncia durante a vida pra acabar todo mundo do mesmo jeito: morto e sem nada. Desculpe o desabafo, o desespero e a incoerência. Me dói fisicamente pensar que tudo é tão passageiro assim. A gente luta a vida toda pra ser importante e acaba sendo só a lembrança de alguém.


Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer

Devia ter arriscado mais e até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer
Queria ter aceitado as pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria e a dor que traz no coração


O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...


Devia ter complicado menos, trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos com problemas pequenos
Ter morrido de amor
Queria ter aceitado a vida como ela é

A cada um cabe alegrias e a tristeza que vier

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...

Devia ter complicado menos, trabalhado menos
Ter visto o sol se por.

Leh.



Escrito por Leh! às 12h02
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Eu lembro quando eu te vi pela primeira vez. Eu não sabia se olhava mais ou se desviava logo pra não dar na cara. Mas seu conjunto é tão lindo. Cabelo, olhos, boca, sorriso amarelo, sua tatuagem meio incógnita - como o resto de você todinho. E eu não tenho coragem de puxar assunto. Eu nunca tenho. O seu jeito de ficar em pé parado é charmoso. É mais charmoso do que qualquer pessoa que estava ali. Eu não sei exatamente o que eu queria conversar com você, mas que eu queria, eu queria. Das intenções que tenho, as piores são as melhores. Eu ouvi numa palestra que demoramos 6 segundos pra saber se nos sentimos atraídos por uma pessoa. Mas com você eu não precisei de todo esse tempo. Eu soube exatamente o que eu queria desde o primeiro segundo. 

Leh.



Escrito por Leh! às 20h34
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Quanto mais eu queria

esquecer,

Mais apegada às lembranças

eu ficava.


Quanto mais apegada às lembranças

eu ficava,

mais eu pensava.


Quanto mais eu pensava,

mais eu queria perto.


Quanto mais eu queria perto,

mais eu lembrava dos motivos

que me fizeram afastar.


Quantos mais eu lembrava dos motivos

que me fizeram afastar,

mais eu queria esquecer.


Leh.



Escrito por Leh! às 16h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Escrito por Leh! às 11h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Todo mundo tem sonhos. Todo mundo tem medos. Todo mundo tem dois reais esquecidos no bolso de uma calça jeans. Todo mundo tem cicatriz na pele. Todo mundo tem cicatriz na alma. Todo mundo tem um pouco de cantor dentro de si. Todo mundo tem um pouco de gula quando vê uma batata frita. Todo mundo tem um pouco de fé – até os ateus. Todo mundo tem uma havaianas branca. Todo mundo tem um pijama meio velho que é tão bom. Todo mundo tem um filme preferido. Todo mundo tem um pouco de vergonha no primeiro encontro. Todo mundo tem um jeito próprio de sorrir. Todo mundo tem desejos proibidos. Todo mundo tem vontade de colocar um pouquinho a mais de pimenta naquela comida. Todo mundo acha meio triste ir ao cinema sozinho. Todo mundo adora festa junina. Todo mundo esquece de beber dois litros de água por dia. Todo mundo já quis experimentar droga. Todo mundo tem uma jaqueta preferida. Todo mundo tem uma avó tão amorosa que dói. Todo mundo tem vontade de largar tudo e viver viajando. Todo mundo já leu o mesmo livro cem vezes. Todo mundo tem um amor de infância. Todo mundo é meio romântico às vezes. Todo mundo dá umas respostas atravessadas e depois fica pensando nisso. Todo mundo prefere dormir com o seu travesseiro mesmo. Todo mundo já sofreu ouvindo Engenheiros do Hawaii. Todo mundo se arrepende. Todo mundo só queria um abraço apertado. Todo mundo tem problemas. Todo mundo gosta de pelo menos uma música dos Beatles – não é possível! Todo mundo é meio tímido. Todo mundo já tomou um porre. Todo mundo gosta de ser mimado quando está doente. Todo mundo já imaginou o que faria se ganhasse na loteria. Todo mundo queria que o mundo fosse menos tecnológico e mais físico. Todo mundo tem vergonha de dizer que ama. Todo mundo já teve medo de avião. Todo mundo tem uma voz da qual sente saudades. Todo mundo tem uma comida preferida. Todo mundo já se apaixonou por um professor (ou professora). Todo mundo tem uma música da qual se lembra de sua adolescência. Todo mundo gosta de fazer um charminho. Todo mundo fica feio em foto 3x4. 



Leh.


Escrito por Leh! às 16h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Escrito por Leh! às 15h59
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Amar significa amar o que é difícil de ser amado, do contrário não seria virtude alguma;

perdoar significa perdoar o imperdoável, do contrário não seria virtudealguma;

fé significa crer no inacreditável, do contrário não seria virtude alguma.

E esperar significa esperar quando já não há esperança, do contrário não seria virtude alguma.

G. K. Chesterton



Escrito por Leh! às 14h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Eu não sei em que momento da vida minhas mãos se soltaram da sua

meu rosto sumiu dos seus sonhos

meu cabelo não cai mais no seu colo.

Mas esse momento aconteceu;

e é assim que eu tenho que viver.

Minhas fotos não têm mais o seu rosto

minha boca não tem sua saliva

minha roupa não tem mais o cheiro do seu palheiro.

Mas é isso que tem pra hoje;

e eu vou me acostumar logo.


Leh.



Escrito por Leh! às 16h24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Você nunca deve acreditar em tudo que ouve e falar tudo que sabe.

Porque se você acredita em tudo que ouve e fala tudo que sabe,

Você acaba ouvindo o que não quer e falando o que não deve.


Provérbio Árabe



Escrito por Leh! às 09h45
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]